Entenda os Objetos e Filtros Inteligentes do Photoshop

Em algumas das matérias anteriores, além do nosso Curso Gratuito de Pós-Produção com Photoshop, nós já mencionamos algumas vezes sobre o incrível processo de Pós-Produção não destrutiva, que não só evita retrabalhos, como ainda pode salvar bastante do nosso tempo na hora de fazer correções e/ou alterações em arquivos que já estavam finalizados.


E quando se fala em Pós-Produção não destrutiva, é praticamente impossível não mencionar alguns recursos super úteis do Photoshop que, por vezes, podem acabar “passando batidos”: os objetos e filtros inteligentes!



O que são os Objetos Inteligentes?


São um tipo especial de camada que mantém as informações originais do conteúdo protegidas. Assim, independente das modificações que você fizer, sempre que precisar, poderá recuperar a imagem original.

Alterando o tamanho de um objeto inteligente vs. um imagem normal

Como eles funcionam?


As camadas de objetos inteligentes são, na verdade, camadas de referência ao arquivo original, trabalhando como uma espécie de “porta-retrato de vidro”. Ainda que você possa ver o conteúdo e trabalhar em cima dele, a “fotografia” não será afetada de fato, podendo sempre ser acessada em seu estado original ao abrir o “porta-retrato” (objeto inteligente).


Além disso, as alterações paramétricas feitas no arquivo (como ajuste de cores e aplicações de efeitos e filtros, por exemplo) são registradas como Filtros Inteligentes.



Como funcionam os Filtros Inteligentes?


Se dentro do Photoshop temos o nosso gerenciador global de camadas, os objetos inteligentes serão um tipo de gerenciador individual. Cada alteração paramétrica feita em um objeto inteligente é registrada como um tipo de “sub-camada” na camada dele. Além de uma máscara própria para os filtros inteligentes, cada um deles também possui um gerenciador de visualização (ativar/desativar), modo de mesclagem e opacidade.

Usando Filtros Inteligentes

Além disso, todas as alterações podem ser desfeitas ou reconfiguradas assim como as camadas de ajustes, por exemplo. Ou seja, tudo o que foi feito, sempre poderá ser alterado. E para isso, basta dar dois cliques em cima do nome da alteração.

Alterando os Filtros Inteligentes

A única desvantagem do Objeto Inteligente, no entanto, é justamente o fato de sempre preservar todas as informações da imagem, uma vez que isso também significa que nenhuma alteração direta poderá ser feita sobre o pixel (como excluir pixels ocultos com a ferramenta corte, por exemplo). Mas no geral, os objetos inteligentes são super úteis, pois mantém o seu arquivo bastante flexível em relação a possíveis alterações no futuro. E isso, em termos de pós-produção, pode significar uma mega economia de tempo!


Se você quiser saber um pouquinho mais sobre os Objetos e Filtros Inteligentes, é só dar uma olhadinha no link da aula do Curso Gratuito de Pós-Produção que deixamos abaixo. 👇👇👇


E aí, já conhecia e/ou trabalhava com os Objetos Inteligentes do Photoshop? Conta sua experiência com eles aí nos comentários para gente!


Curtiu a matéria? Então não esquece de dar like e compartilhar o link para que outras pessoas também possam conhecer! 🤓💪

703 visualizações
Logo_horizontal_claro_252x37.png

Criar e compartilhar conteúdo sobre a área de maquetes eletrônicas é nossa paixão.

Galerias

Cursos

Siga-nos

  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Instagram Ícone

© 2014 - 2020 - Chahoud Cursos