Quero começar no ramo 3D para Arquitetura! E agora?

Atualizado: 19 de Nov de 2019


Entrar de cabeça em uma profissão, por qualquer que seja o ramo de atividade, nunca foi uma tarefa fácil de se executar. E embora muitos estejam certos sobre seu desejo em trabalhar numa determinada área em específico, saber como começar nem sempre é algo tão óbvio como muitos imaginam. No ramo 3D não é muito diferente, em especial, por ser uma área em constante expansão nos últimos anos.



E se você é um entusiasta do 3D e não sabe como começar, essa matéria é para você caro(a) companheiro(a)! Mas antes de irmos para a parte em que falamos de equipamentos e softwares - para aqueles que já tem sua certeza sobre a área -, vamos conhecer um pouco mais sobre o misterioso mundo do 3D.



Afinal, para que serve o ramo 3D? Quais as suas áreas de atuação?


A cada dia que passa, mais e mais aplicações são encontradas para o ramo 3D. De modo geral, o 3D é a construção de um ou mais objetos em um campo/mundo virtual tridimensional e que pode ser utilizado em animações para filmes, séries, jogos e desenhos, exposição de novos produtos (lançamentos) e empreendimentos que ainda não foram construídos no mundo real - seja para estudo, propaganda ou mero prazer. No fim das contas, quem não quer ter o prazer de ver a imagem pronta daquele lindo projeto dos sonhos? =D


O profissional do ramo 3D focado em arquitetura, portanto, é a pessoa que ao interpretar as informações contidas nos projetos (plantas baixas, memoriais descritivos e etc.), transformará todo esse conjunto de informações em um projeto tridimensional, podendo ou não ser traduzido também em uma imagem computadorizada fotorrealística, mais conhecida como "render". O modelo tridimensional, por sua vez, pode ser utilizado para a criação de imagens ou mesmo de passeios virtuais com fins meramente expositivos - como em caso de trabalhos de conclusão de cursos e semelhantes - ou ainda com fins comerciais, como por exemplo, utilizando para a promoção (propaganda) de novos empreendimentos imobiliários ou um projeto de marcenaria de alto padrão, entre vários outros usos.



Escolhendo trabalhar neste ramo, sou obrigado a trabalhar apenas na minha localidade?


A resposta para essa pergunta é um simples, porém muito esclarecedora, NÃO! O ramo 3D atual se dá como uma rede virtual, de modo que o profissional não precisa ter um local físico e fixo para atender seus clientes. Mantendo um site, uma página no facebook e um e-mail de contato, o profissional 3D é capaz de abranger não só seu país de origem, como também o mercado internacional - um extra nesse caso, é claro, é ter conhecimentos em inglês.


Há ainda a possibilidade de você trabalhar para uma empresa especializada em serviços de modelagem e/ou renderização, ou mesmo trabalhar como artista 3D exclusivamente para um escritório de arquitetura.





Trabalhando como profissional 3D, poderei vender projetos ao meu cliente?


Não! Se você é apenas um profissional do ramo 3D você não poderá vender projetos para ninguém! Os únicos que possuem habilitação para criar e vender projetos são os Arquitetos, Engenheiros e Designers de interiores devidamente Credenciados junto aos seus respectivos conselhos. Agora, se você é credenciado como um dos profissionais citados acima e também trabalha no ramo 3D, aí está liberado, companheiro(a). Faça seus projetos, exponha-os e seja feliz! =D



Qual o tipo de equipamento precisarei ter para trabalhar nesta área?


No geral, você precisará de um computador potente e um bom espaço de trabalho - uma mesa espaçosa e uma cadeira que te permita trabalhar horas mantendo uma boa ergonomia. Contudo, a configuração necessária - componentes - deste mesmo computador irá variar de acordo com o seu objetivo e dos recursos que você irá utilizar.


Os programas utilizados no projeto também contam como equipamento, embora não sejam algo físico. Logo, quando você for pensar no investimento em equipamento de trabalho, você deve compreender que os softwares também devem fazer parte do orçamento se este forem comercializados.


Agora, se você já sabe com quais programas pretende trabalhar mas ainda está com dificuldades para escolher o seu equipamento, dá uma conferida na nossa matéria sobre Como Montar seu PC para Render.



Se eu quiser trabalhar como autônomo, como faço para saber o quanto vou ganhar?


Nesta área, é super normal que os profissionais trabalhem de forma autônoma - os conhecidos Freelancers. Contudo, é verdade também que definir o próprio salário nem sempre parece algo fácil de se fazer. Ainda assim, pode ficar tranquilo, pois nós também temos uma matéria que irá te ajudar nessa missão de forma rápida e objetiva. Então, saiba Quanto cobrar por um bom 3D.




É preciso ter formação em Arquitetura e/ou Engenharia Civil para trabalhar com 3D?


Ao contrário do que muitos pensam, para trabalhar exclusivamente no ramo 3D - que consistirá na tradução de projetos arquitetônicos para o ambiente tridimensional ou mesmo na geração de uma imagem computadorizada (renderização) - , não é necessário ter feito faculdade de Arquitetura, Engenharia ou qualquer outra. Contudo, como em toda profissão, é necessário possuir alguns requisitos básicos:

  • Habilidades de boa comunicação, ética profissional e bom relacionamento com clientes

  • Habilidades de leitura e interpretação de projetos arquitetônicos, bem como suas especificações

  • Domínio nos softwares da área (modeladores, renderizadores e Photoshop)



Quais os programas são utilizados no 3D para arquitetura?


Cada software tem seu objetivo, além de que para cada objetivo, existe uma boa variedade de softwares. Ainda assim, vamos listar abaixo os mais utilizados no mercado de arq visualização nos dias de hoje.


Processo de Modelagem:

  • 3DS MAX

  • SKETCHUP

Processo de Renderização:

  • V-RAY

  • CORONA

  • LUMION

Processo de Pós-produção:

  • ADOBE PHOTOSHOP CC


E se você já quer começar, nós temos 3 CURSOS GRATUITOS que vão te ajudar, te ensinando DESDE O ZERO três dos softwares mais utilizados na área. Dá uma olhada:



E aí?! Pronto para começar na área?! Fazendo esses 3 cursos você já terá domínio suficiente para criar imagens super legais e iniciar sua carreira no mundo 3D! =D


Mas é importante também lembrar que, como a maioria dos profissionais de 3D para Arquitetura são freelancers, é relativamente comum ver práticas como: não ter uma horário de trabalho definido, trabalhar nos fins de semana e feriados, não ter um contrato de trabalho e isso sem falar nas trocas de mensagens com um cliente que vem pedir alterações no trabalho às 3h da manhã!


Logo, mesmo que você decida por trabalhar como freelancer, jamais deixe de se portar como um profissional. Aprender a estabelecer limites pode ser um dos seus maiores aliados! E se você quer ver uma matéria com Dicas para Se Tornar um Freelancer de Sucesso, deixe seu comentário logo abaixo!


E se você curtiu essa matéria e acha que ela te ajudou, então compartilhe nas redes sociais e ajude outros pessoas a conhecerem um pouquinho mais sobre o nosso mundo! \o/

2,574 visualizações5 comentários
Logo_horizontal_claro_252x37.png

Criar e compartilhar conteúdo sobre a área de maquetes eletrônicas é nossa paixão.

Galerias

Cursos

Siga-nos

  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Instagram Ícone

© 2014 - 2020 - Chahoud Cursos